O Programa SETI

SETI significa Search for Extraterrestrial Intelligence (Busca por inteligência Extraterrestre). É um projeto que começou em 1959 para buscar sinais de rádio procurando padrões não aleatórios que possam ter sido enviados por seres tecnologicamente avançados.

A primeira busca por vida foi feita pelo astrônomo Frank Drake em 1960, usando um radiotelescópio de 26 metros para examinar as estrelas Tau Ceti e Epsilon Eridani perto da frequência de 1,420 GHz, nessa época ainda não havia sido descoberto nenhum exoplaneta, mas Drake assumiu que os planetas provavelmente eram muito comuns.

Radiotelescópio Howard Tatel usado por Frank Drake. Créditos: SETI Institute

O programa ganhou fama em 1977 quando foi detectado o sinal “WOW” um forte sinal de rádio que durou 72 segundos. Muitas hipóteses foram levantadas sobre a origem da emissão, incluindo fontes naturais e feitas pelo homem, mas nenhuma delas consegue explicar adequadamente o sinal.

No final da década de 1970, a NASA se envolveu diretamente com o projeto, dando ao campo um enorme impulso e credibilidade. A agência planejava realizar pesquisas do SETI em duas frentes. Uma busca sistemática em todo o céu seria liderada pelo Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, simultaneamente, o Centro de Pesquisa Ames da NASA examinaria estrelas próximas semelhantes ao nosso Sol. 

Em 1995 foi criado o projeto Phoenix, foi a busca mais sensível e abrangente do mundo por inteligência extraterrestre conduzida até 2004. Usando alguns dos maiores radiotelescópios do mundo, entre eles o radiotelescópio de Arecibo de 305 metros de diâmetro. O foco do projeto foi estudar 800 estrelas localizadas até 200 anos-luz da Terra, apesar dos esforços nenhum sinal de vida inteligente foi encontrado.

A antena Parkes de 64 metros na Austrália (esquerda) e a antena Arecibo de 305 metros em Porto Rico (direita), ambos usados no projeto Phoenix. Créditos: SETI Institute

Em 2005, começou a construção do Allen Telescope Array, um conjunto de radiotelescópios dedicados exclusivamente a procura de sinais de vida inteligente, até então o SETI se utilizava de instrumentos construídos para observações astronômicas convencionais.

A construção do Allen Telescope Array só foi possível graças ao financiamento de empresários como Paul Allen, co-fundador da Microsoft. No total são 42 antenas com 6,1 metros de diâmetro localizadas no Hat Creek Radio Observatory, em Cascade, na Califórnia.

Allen Telescope Array permitiu expandir a pesquisa por sinais de rádio para mais de 1 milhão de estrelas, sendo até hoje o principal instrumento do programa SETI.

Até o momento nenhum sinal de vida alienígena foi encontrado, entre as razões para isso estão  experimentos simplesmente não examinaram o suficiente do céu, a falta de sensibilidade dos instrumentos ou a frequência usada na pesquisa não é a correta.

O projeto SETI inspirou a criação de projetos semelhantes, uma das mais famosas é o Breakthrough Listen fundado por Stephen Hawking, Yuri Milner e Mark Zuckerberg.

Fontes: https://www.planetary.org/sci-tech/seti

https://www.seti.org/primer-seti-seti-institute

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s